Mereceu até música do Caetano Veloso

Cajuína Caná

Experimentamos a bebida que é Patrimônio Cultural Brasileiro!

Da redação - Publicado em 16/01/2017, às 06h10

Cajuína Caná

Cajuína Caná.

Chegou a hora de experimentar uma bebida que há muito tempo estava na lista de espera aqui do Foodspot: a cajuína. Compramos a Cajuína Caná em uma viagem recente feita à cidade de Natal, no Rio Grande do Norte. O nordeste é um verdadeiro paraíso gastronômico para quem está a fim de experimentar alimentos diferentes e, desde que publicamos a notícia a respeito do lançamento da Cajuína Orgânica da Taeq, a bebida tornou-se uma obsessão em nossa redação. Infelizmente não encontramos a Cajuína Orgânica da Taeq durante esta viagem.

A cajuína é uma bebida típica do nordeste brasileiro, considerada símbolo da cultura e da cidade de Teresina, capital do Piauí. Para ter uma noção da importância da bebida, a cajuína foi registrada como Patrimônio Cultural Brasileiro pelo Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural, um órgão colegiado do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

Bem, após tanta expectativa criada em torno da bebida, chegou a hora de provar a Cajuína Caná.

Pode ser considerada um patrimônio?

Sem dúvidas! Antes de falar do produto em si é importante deixar uma coisa bem clara: cajuína não é um simples suco de caju, ela tem características muito particulares, a começar pela cor da bebida.

A cajuína apresenta uma cor amarelo-âmbar, que é resultado da caramelização dos açúcares naturais do suco. Esse foi o primeiro aspecto chamou a nossa atenção quando abrimos a garrafa da Cajuína Caná: uma cor muito bonita e forte.

A cor forte da Cajuína Caná.

Forte é uma palavra que também pode ser usada para descrever o sabor da bebida, mas que não chega a "amarrar a boca", característica típica do caju ou do suco extraído da fruta. A Cajuína Caná é uma bebida doce, muito saborosa para acompanhar uma refeição, mas que pode tornar-se enjoativa se for consumida em excesso. O fato da bebida ser muito concentrada e forte pode ser um dos únicos fatores negativos, mas isso é uma questão muito particular, dependendo do paladar de quem a consome.

Tradicionalmente a cajuína é feita artesanalmente mais um aspecto que deve ser muito destacado, pois a bebida realmente passa aquela sensação de "feita em casa", valorizando bem o seu ingrediente principal. Fizemos uma pesquisa na internet para obtermos mais informações sobre o processo de produção da Cajuína Caná, mas não conseguimos encontrar nenhum detalhe. 

Sabe quando dizem que existem coisas que devemos fazer uma vez na vida? Pode incluir "beber cajuína" em sua lista. Com certeza é algo que faremos mais vezes por aqui! Como diria Caetano Veloso, "a cajuína cristalina em Teresina..."

Tabelas Nutricionais

Garrafa 269ml 269,00 ml (Mililitro)

Carboidratos 24,00g
Valor Energético 98,00kcal

Feita por Moises Guedes da Silva Me



Comentários